O CACAU E SEUS BENEFÍCIOS

O CACAU E SEUS BENEFÍCIOS

Monday, May 21, 2018 0 comment(s)

O cacau é o fruto da árvore do cacaueiro, originário da Amazônia e é considerado um alimento funcional!

O que é o cacau e quais benefícios à saúde estão associados ao seu consumo?

 

O que é cacau?

O cacau é o fruto da árvore do cacaueiro, originário da Amazônia e é considerado um alimento funcional, pois além de desempenhar funções nutricionais, quando consumido de forma regular e moderada, traz benefícios à saúde.

Os benefícios do cacau provém do poderoso conjunto de substâncias, vitaminas e sais minerais presentes em sua composição. Aí vão eles:

 

Feniletilamina

 

Age no organismo como um neurotransmissor. A feniletilamina estimula a produção de dopamina e serotonina, hormônios relacionados à sensação de prazer e bem-estar. Nosso corpo produz feniletilamina quando sentimos desejo por alguém ou nos apaixonamos, por isso, o cacau também é considerado um alimento afrodisíaco.

 

Teobromina

 

É um broncodilatador e vasodilatador, o que faz com que seja eficiente no tratamento de asma e de doenças cardiovasculares. Mas atenção: a teobromina é prejudicial para os animais. Portanto, não dê chocolate e outros alimentos que contêm cacau para o seu bichinho de estimação (veja aqui quais alimentos os animais não devem comer).

 

Flavonoides

 

Os flavonoides são substâncias com capacidade antioxidante que ajudam a combater os radicais livres e o envelhecimento precoce. Os flavonoides também têm propriedades vasodilatadoras e contribuem para melhorar a circulação sanguínea e consequentemente, favorecer o bom funcionamento das artérias e do coração, colaborando para prevenir doenças cardiovasculares.

 

Cafeína

 

Age como estimulante do sistema nervoso central, aumentando o estado de alerta. Relaxa a musculatura lisa e estimula o músculo cardíaco.

 

Magnésio

 

A deficiência de magnésio no organismo de mulheres em fase reprodutiva pode levar ao desenvolvimento de sintomas de depressão: ansiedade, irritabilidade, insônia, fadiga e dores de cabeça. A FAO recomenda que mulheres a partir dos 10 anos consumam 220 mg/dia de magnésio. Este valor é reduzido para 190 mg/dia para mulheres a partir dos 65 anos (para homens adultos - de 19 a 65 anos - a recomendação é de 230 mg/dia). O cacau é uma ótima fonte de magnésio, pois 50 gramas de cacau contém aproximadamente 275 mg de magnésio. Isso explica a compulsão por chocolate que muitas mulheres sentem durante esse período. No entanto, é essencial ressaltar que a concentração de cacau varia muito entre os diversos tipos de chocolate disponível no mercado. Por isso, é importante optar por chocolates com alto teor de cacau em lugar dos chocolates ao leite.

 

 

Chocolate

 

O chocolate é a forma mais popular de consumo do cacau. Porém, o consumidor precisa estar consciente de que há uma ampla variedade de chocolates disponíveis no mercado, e de que o teor de cacau varia significantemente de um produto para outro.

De acordo com uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o  chocolate deve, obrigatoriamente, apresentar o mínimo de 25% de cacau. No entanto, muitos fabricantes nem sempre informam dados referentes à concentração nas embalagens de seus produtos.

De acordo com a pesquisa elaborada  pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), apenas uma entre as onze marcas de chocolate ao leite analisadas apresentou o percentual de cacau estampado no rótulo. Quanto ao chocolate meio amargo, três das oito marcas apresentaram a informação referente ao teor de cacau na embalagem.

Os chocolates amargos são os que fornecem mais informação sobre o percentual de cacau no produto. Dentre as onze marcas pesquisadas, nove informavam o dado na embalagem. Portanto, é fundamental que o consumidor esteja atento às informações contidas na embalagem no momento da aquisição do produto.

Apesar do chocolate ser a mais popular, existem outras formas de consumir cacau, como pó, mel e geleia de cacau.

Impactos socioambientais da produção do cacau

Apesar de proporcionar a produção de alimentos deliciosos, a produção de cacau pode ter seus pontos negativos. A maior parte da produção mundial de cacau se dá em pequenas propriedades e em regiões tropicais caracterizadas por apresentarem alta biodiversidade. Um dos problemas é a aplicação de pesticidas para evitar pragas e a derrubada da vegetação nativa. Os graus de impacto ambiental variam de acordo com o modelo de produção.

Além dos impactos ambientais, deve-se dar atenção aos impactos sociais da produção de cacau, como as condições de trabalho na lavoura cacueira e o combate à mão de obra infantil e escrava.

 

 

 

FONTE: www.ecycle.com.br

Leave Your Comment